Notícias

Dormir ou não dormir com lentes de contato
19 de julho de 2017

Quando se usa lentes de contato, os olhos estão em permanente troca de gases com elas. Durante o dia, costumamos piscar, o que lubrifica naturalmente a superfície da córnea.

Já à noite, quando mantemos os olhos permanentemente fechados, esta lubrificação não ocorre e os olhos ficam secos, aumentando a adesão das lentes de contato à córnea.

Em conseqüência disso, os olhos tornam-se irritados e também acontece de, às vezes, as lentes "grudarem" nas pálpebras.

Outro ponto a se levar em consideração é que quando você está acordado, as lentes se mexem um pouco – cerca de um milímetro a cada piscada – para permitir que a córnea receba oxigênio. Mas, quando você está dormindo de lentes, as lentes não se movimentam, devido à falta de estímulo - piscada.

O ideal, então, é retirar as lentes a cada período de 8 horas. E para quem tem grau muito alto, recomenda-se o uso de óculos de grau para dar este "descanso" aos olhos.

Fonte: https://www.eotica.com.br/blog/a-verdade-sobre-dormir-com-lentes-de-contato
Unimed Campina Grande © 2009 - 2016 - Todos os direitos reservados
Rua Clayton Ismael, 40 - Jardim Tavares - CEP 58401-393
Desenvolvido pela rox Publicidade